José Abrantes

Mamadou Ba Fica!

Porque é um dos melhores e mais corajosos militantes antirracistas que existe. Porque sendo apenas uma pessoa de carne e osso como nós, tem a coragem de enfrentar o racismo e os racistas, o ódio deles de frente e as suas campanhas de ódio. É quase impossível sem estar na sua “pele”, conseguir sequer imaginar como sofre não por ele próprio, mas pela sua família e amigos. Sim. Mamadou Ba é uma pessoa de carne e osso. Tem família e tem amigos que o amam e que sofrerão imenso com as campanhas de ódio de que é alvo e receiam por ele.

Mamadou Ba Fica!

Porque a sua coragem é um exemplo a seguir para todos e todas nós. É preciso ser uma pessoa de carne e osso, com a coragem que Mamadou Ba tem, para nos fazer ver aquilo que muitos, tantos de nós, recusam ver e que está diante dos nossos olhos. As várias campanhas de ódio contra Mamadou Ba são apenas uma prova de que Portugal é um país racista. Infelizmente ainda é um país racista e nem seria necessário ler e ouvir o que dizem de Mamadou Ba para perceber isso. Ver como a população negra é em grande medida ainda nos dias de hoje, remetida para a chamada “periferia”, como as suas vidas são precárias, e não me refiro só a precariedade laboral, é prova disso mesmo. A forma como também a comunidade cigana é (des)tratada quase de forma geral em Portugal é sintomático desse mesmo racismo, institucional, social, cultural, judicial e estrutural.

Mamadou Ba Fica!

Porque são pessoas como Mamadou Ba que deviam ser homenageadas e protegidas pelas nossas instituições políticas. É indecente que o poder político em Portugal fique em silêncio quando em plena Democracia se chega ao extremo de criar uma petição para expulsar uma pessoa do nosso país, um cidadão português de carne e osso como nós, e dê “honras de Estado” a “heróis” do antigo regime fascista, transformando-se (ou apenas demonstrando a sua verdadeira “face”) num “branqueador” da História do fascismo e colonialismo em Portugal, ao mesmo tempo que normaliza o discurso (e a prática) do ódio.

Mamadou Ba Fica!

Porque sendo uma pessoa de carne e osso como nós, ele é um dos muitos representantes hoje do legado daqueles e daquelas que no passado tão recente, lutaram e deram as suas vidas pela independência das colónias europeias em África, não só as colónias do “império português”. Mas também e porque em especial aos movimentos de independência das antigas colónias portuguesas, a todos eles e elas que eram pessoas de carne e osso temos uma enorme divida, pois senão fosse a sua luta não teria havido a Revolução que trouxe a Democracia com que eu e a geração de que faço parte sempre vivemos em Portugal. Saibamos lembrar e honrar a sua coragem e sacrifício! A Luta deles é a Luta de todos nós. Devia ser a Luta de todos nós. Porque um país que colectivamente não consegue enfrentar o seu passado histórico de frente, não terá qualquer futuro…

Mamadou Ba Fica!

Porque não vamos ficar em silêncio perante o recrudescimento do ódio, do racismo e do fascismo!

Mamadou Ba Fica! Porque ele, pessoa de carne e osso, defende verdadeiramente a Paz, o Pão, a Saúde, a Educação, a Habitação! Ser verdadeiramente antirracista como Mamadou Ba é lutar por tudo isso também, todos os dias, todo o dia!

Mamadou Ba Fica!

Porque como dizia o poeta de carne e osso Bertolt Brecht, “Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis”.

Mamadou Ba Fica!

Porque é de Carne e Osso!

Mamadou Ba Fica!

Porque nós somos de Carne e Osso!

Mamadou Ba Fica!

E nós, pessoas de Carne e Osso ficamos com Mamadou Ba! Sempre!

Mamadou Ba Fica!

José Abrantes
da direção (STCC-Tás Logado?)