Solange Salvaterra Pinto

Carrego a minha ancestralidade, a minha negritude e pretitude.

E tenho atitude.

As tuas armas armam- me também.

A tua força, fortalece- me também.

A tua luta, defende- me.

Defende- nos.

Protege- me.

Protege- nos.

Que te posso dar em troca?

Como te agradecer por tantos anos de resiliência, de persistência e resistência?

Persisto contigo

Resisto contigo.

Porque só persistindo e resistindo eu existo.

E precisamos existir para continuar a persistir.

E sorrio para existir contigo!

E como diz a filosofia Ubuntu

” Eu sou porque tu és”

Tu ficas!

Se tu sais, saímos todos.

Por isso tu ficas Mamadou!

Se a Maya Angelou te conhecesse ela diria

Mamadou é um homem fenomenal.

Solange Salvaterra Pinto
Activista antirracista, feminista e interseccional