Maria José Campos

Mamadou Ba levantou o tapete e agitou a poeira acumulada durante anos e anos de negação da existência de racismo na sociedade portuguesa.

A negação da doença, seja ela o racismo, o machismo, a homo/transfobia perpetua a discriminação e a desigualdade no acesso à educação, aos cuidados de saúde e à justiça e impede o tratamento e a sua erradicação.

A liberdade de expressão é um valor fundamental para uma sociedade saudável e justa do século XXI.

Maria José Campos
médica