Inês Costa

Não conheço Mamadou Ba pessoalmente, apenas através dos seus contributos públicos e do meu companheiro que com ele se cruzou em assuntos de trabalho. 
Se já antes o admirava pelas suas qualidades intelectuais e humanas, agora ainda mais o admiro, pela sua coragem e retidão! Sim, porque é preciso ser-se MUITO corajoso e fiel aos seus princípios para, apesar do racismo que grassa no nosso país, muitas vezes com o patrocínio do estado, dar a cara e dizer livremente o que pensa.
Parabéns Mamadou Ba e por favor fica, fazes mais falta a Portugal do que os autointitulados “cidadãos comuns”, que te perseguem e condenam e que, pobres de espírito, ainda não sabem que a raça humana é toda a mesma!


Inês Costa
designer