Paulo Areosa Feio

Perante a inqualificável campanha de ódio racista a que vimos assistindo, de que o Mamadou Ba é um dos alvos principais, o mínimo que podemos fazer é dizer que estamos aqui, solidários, para o que der e vier.

E com a certeza de que sem essa solidariedade em dias como os de hoje, não se pode almejar uma sociedade decente.

Paulo Areosa Feio
geógrafo