José Nuno Matos

Os ataques a que Mamadou Ba tem sido sujeito não têm precedentes na história recente deste país. Os objetivos por trás de tais iniciativas são tão deploráveis quanto evidentes e vão para lá da próprio Mamadou Ba, visando a formação de um sujeito político negro. Composto, entre demais, pelas centenas de jovens que levaram os seus corpos e vozes à Avenida da Liberdade em protesto contra a violência policial ou pelos milhares que se manifestaram contra o racismo em junho do ano passado, este sujeito político tem colocado em causa, de forma ativa, a posição subalterna que lhe é imposta. É a coragem e firmeza com que participa neste movimento que fazem de Mamadou Ba um alvo do ódio e da infâmia. É por não estar sozinho que estes ataques estão condenados ao fracasso.  

José Nuno Matos
sociólogo